THE UP FOOD POWER BIOGRAPHY

Diogo CAETANO, CHEF

Natural de Mira de Aire, Diogo Caetano passou toda a sua juventude no campo. Seria esse contacto com a Natureza e a proximidade com as pessoas que moldaram a sua consciência de como a comida pode ser um fator identificador de nossa cultura, das gentes e das raízes.

Apaixonado por comida desde tenra idade foi apenas com a Licenciatura em Ciências da Nutrição que a sua “viagem” com os alimentos começou. Seguiu-se a formação em Gestão e Produção de Cozinha pela Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa. Foram estas valências que o definiram enquanto cozinheiro, que defende que a aprendizagem e a evolução são palavras-chave no desenvolvimento da profissão.

Ao longo da sua carreira foi aprimorando o seu curriculum em fine dining, trabalhou e ganhou experiência em vários restaurantes com estrelas Michelin. Em Espanha passou pelo restaurante Martin Berasategui, em Lasarte; e o Atrio, em Cáceres. Em território nacional pelo Belcanto, de José Avillez; e no Feitoria, onde teve a oportunidade de trabalhar ao lado daquele que na sua opinião é um dos maiores ícones da atualidade na cozinha portuguesa: o chef João Rodrigues.

É atualmente o chef executivo do grupo Pädaste Manor, nos países nórdicos, com base na Estónia. É aí que lidera o restaurante Alexander e participa no desenvolvimento do conceito Nordic Islands Cuisine, onde cria, no seu restaurante farm-to-table, uma simbiose entre produto, produtor e cozinheiro, tendo sempre por base a sustentabilidade. A terminar o ano 2021, viu o seu trabalho (e de toda a sua equipa) ser reconhecido pela Sabato Magazine ao receber um prémio da 100 Food Hotlist, e já no ínicio de dezembro, o Restaurant Alexander passou a integrar o Top 1000 da conceituada La Liste, fazendo agora parte da lista exclusiva dos mil melhores restaurantes de todo o mundo.

Desta forma, e apesar da distância, “prova” que existe um elo comum a toda a gastronomia: a vontade de tratar qualquer alimento da melhor forma possível, algo que afinal aprendeu desde a infância em Portugal.

Pin It on Pinterest

Share This